Educação para todos

20.9.06

Parábola: " O Passarinho"

Existia próximo a uma pequena cidade, uma casinha bem simples, no alto da serra, onde morava um velho, sábio, contador de estórias, uma pessoa querida e respeitada por todos que viviam naquela região.
Certo dia, um grupo de garotos, travessos, sonhadores e com energia transbordando, tiveram uma "brilhante" idéia:
"_ Hoje, nós vamos desbancar aquele velho! Vamos mostrar pra ele que ele é capaz de errar... A gente pega um passarinho, bem pequenininho, coloca entre as mãos, vai até ele e pergunta o que é que a gente tem na mão. Como ele é sábio, facilmente vai responder. Aí é que a gente ferra ele: vamos perguntar, depois que ele acertar que é um pássaro, se o passarinho está vivo ou está morto. Se ele responder que está vivo, a gente aperta a mão e força o pescoço do pássaro, em seguida, mostrando pra ele que está morto; se responder que está morto, a gente abre a mão e o bichinho sai voando. De todo jeito ele vai sai perdendo."
E assim fizeram. Pegaram o passarinho e dirigiram-se, eufóricos, até `a casa do velho. Aproximaram-se, todos contentes, e foram perguntando, já subestimando a capacidade do homem:
"_ O que é que a gente tem entre as mãos?"
Ele olhou... olhou..., observou bastante e respondeu:
"_ Um passarinho."
"_ Muito bem! Acertou. Agora, diga-nos: este passarinho está vivo ou está morto?"
Olhando bem nos olhos de cada um dos garotos, com voz serena e cheia de autoridade, respondeu: "_ Depende de vocês! A vida ou a morte deste passarinho está nas suas mãos."


PARA REFLETIR:
Quantas vezes ficamos reclamando, acusando e dando desculpas, querendo que as coisas nos aconteçam prontas, sem que façamos nenhum esforço para obtê-las! A verdade é que, muitas vezes, grandes realizações são iniciadas pelas pequenas coisas, que estão ao nosso alcance, que dependem de nós, que estão nas nossas mãos.
Por isso, para realizar, não é preciso esperar por estímulos e orientações que venham de "cima"... é agir, ter iniciativa, acreditar.